A política de denúncia de irregularidades é uma componente vital para as organizações e empresas actuais. Garantir um canal seguro e transparente para as pessoas manifestarem as suas preocupações sem receio de represálias é fundamental para uma governação ética e eficaz.

O que é a Política do Canal de Denúncias?

Uma política de canal de denúncia refere-se a um documento que estabelece os princípios e procedimentos gerais associados ao sistema interno de denúncia ou ao canal de denúncia de uma empresa ou organização. A sua publicação garante que qualquer pessoa, independentemente da sua relação com a empresa, possa aceder a esta informação e compreender o seu funcionamento.

A política de denúncia de irregularidades é essencial para promover um ambiente em que os empregados se sintam confiantes para comunicar actividades ou práticas suspeitas ou inadequadas. Mais informações sobre a comunicação interna.

É obrigatório estabelecer esta política?

A resposta é sim. É essencial e o seu carácter obrigatório está definido na lei sobre o canal de denúncias. É uma ferramenta crucial para as empresas que procuram manter um ambiente de trabalho seguro e ético.

As empresas com mais de 50 trabalhadores devem adotar este canal e tornar pública a sua política.

Conteúdo principal da Política do Canal de Denúncias

A lei determina que a política do canal deve incluir, no mínimo, os princípios gerais e o procedimento do canal. No entanto, muitas empresas expandem este conteúdo para proporcionar uma compreensão mais clara e pormenorizada do processo. Uma estrutura recomendada poderia incluir:

  • IntroduçãoRazões subjacentes à implementação do canal e objectivos políticos.
  • Âmbito de aplicaçãoÂmbito de aplicação: Determina quem pode denunciar e ser denunciado e que tipo de acções ou práticas podem ser denunciadas.
  • Princípios geraisEstes princípios podem incluir a acessibilidade, a transparência, a boa fé, a proteção dos denunciantes, entre outros.
  • ProcedimentoDescreve a forma como as queixas são recebidas, processadas e finalizadas.
  • Medidas de proteçãoPara os queixosos e para as pessoas objeto de queixa ou afectadas pela queixa.
  • Revisão da políticaCircunstâncias em que a política será revista e actualizada.
  • Proteção de dados: Assegura que a empresa cumpre os regulamentos de proteção de dados e, se necessário, tem um
    [delegado de protección de datos]
    .

Desenvolvimento da Política do Canal de Denúncias

A elaboração da política é um passo fundamental no processo de implementação do canal de denúncias.

Antes de o redigir, é essencial definir claramente aspectos como as vias de comunicação e os canais de comunicação.
As regras de procedimento, as medidas de proteção de dados e a designação de um responsável pelo tratamento de dados devem ser claramente definidas antes da sua redação. Uma vez concluído este processo, a política pode ser publicada no sítio Web da empresa, de preferência num formato acessível e descarregável.

É essencial recordar que esta política e o seu procedimento devem ser acordados com a representação legal dos trabalhadores.

Entre as vantagens do plano Trusty inclui-se um exemplo de uma política de canal de reclamações
para o ajudar a criá-la de uma forma simples e eficaz.

Conclusão

A política de denúncia de irregularidades é uma componente vital da estrutura organizacional moderna, garantindo a integridade e a transparência nas operações diárias. Ao considerar a implementação, também é útil explorar outras questões relacionadas, incluindo:

Tópicos relacionados

whistleblower protection laws

Trusty Free
Software gratuito de denúncia de irregularidades

Conformidade fiável com a diretiva da UE relativa a denúncias e com a legislação dos EUA relativa a denúncias.

Instantáneo. Seguro. Sin complicaciones.


CONSIGUE Trusty ¡Gratis!

También puedes registrarte en Trusty directamente a través de WordPress:


wordpress whistleblower hotline