Os municípios, enquanto organismos públicos encarregados de administrar e servir as comunidades locais, têm uma responsabilidade especial de manter a integridade, a transparência e a confiança pública. Um dos mecanismos para o conseguir é a implementação de um canal de denúncias das autarquias.

É obrigatório que os municípios tenham um canal de reclamações?

A resposta é sim. De uma forma semelhante ao empresas Para além disso, os municípios devem dispor de um canal de reclamações.

É essencial distinguir este canal das tradicionais caixas de reclamações ou sugestões. Trata-se de um instrumento específico para a comunicação de irregularidades ou comportamentos ilegais no município, permitindo a deteção precoce e a prevenção de eventuais infracções.

Regulamentos aplicáveis

Os principais regulamentos que regulam o canal de reclamações nos municípios são os seguintes Diretiva (UE) 2019/1937também conhecida como Diretiva relativa à denúncia de irregularidadesDiretiva, e a lei espanhola sobre a proteção dos denunciantes de corrupção, que adapta a diretiva europeia ao quadro jurídico espanhol.

Ambas as legislações visam proteger os denunciantes e garantir o tratamento adequado das queixas.

Este canal tem vários objectivos, tais como a deteção e prevenção de irregularidades, a proteção dos denunciantes de irregularidades e a promoção de uma cultura de conformidade. Trata-se de um instrumento que complementa outras iniciativas, como o política de responsabilidade social das empresas política e programas de conformidade.

Objectivos do Canal de denúncias das autarquias

Características do canal

O canal deve ser facilmente acessível não só aos funcionários do conselho, mas também a qualquer cidadão que deseje apresentar uma queixa. As queixas podem ser escritas ou verbais e devem garantir a confidencialidade do queixoso. Além disso, o canal deve ser gerido por um responsável pela proteção de dados (RPD) ou por uma equipa imparcial específica.

Implementação do Canal no Conselho da Cidade

Para criar o canal de denúncias, o município deve:

  1. Definir canais de comunicação.
  2. Designar uma pessoa ou equipa responsável.
  3. Criar um regulamento e um protocolo de ação.
  4. Manter um registo de todas as queixas e comunicar a sua existência ao público.

Conclusão

Os municípios têm a responsabilidade e a obrigação de implementar um canal de queixas para garantir a integridade e a transparência das suas operações. Ao fazê-lo, reforçam a confiança do público e promovem uma cultura de conformidade.

Tópicos relacionados

compliance en empresas. Canal de denuncias

Trusty Free
Software gratuito de denúncia de irregularidades

Conformidade fiável com a diretiva da UE relativa a denúncias e com a legislação dos EUA relativa a denúncias.

Instantáneo. Seguro. Sin complicaciones.


CONSIGUE Trusty ¡Gratis!

También puedes registrarte en Trusty directamente a través de WordPress:


wordpress whistleblower hotline